Movimento ALIANÇA LIVRE, de União dos Contribuintes da República, leva solidariedade e apoio às famílias e organizações não-governamentais (ONG) em defesa de vítimas de violência.

A Vice-Presidente Rita G. Ballock, a Assessora de Comunicação Social Beth Dantas e o Diretor do Centro de Estudos Luiz Carlos Ballock levaram o apoio e solidariedade do Instituto ALIANÇA LIVRE às ONG’s e familiares em defesa de vítimas de violência, e de outras situações que implicaram em perda injustificada de vidas humanas, fazendo-se presentes no lançamento da Frente Parlamentar, no dia 24 de agosto, no Auditório Freitas Nobre, na Câmara dos Deputados.

“Os assassinos são protegidos pelos direitos humanos, os menores infratores são assistidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mas para as vítimas de violência, quem é por eles?”, desabafa Sandra Domingues, uma das líderes do movimento.

A iniciativa da frente parlamentar é da Deputada Federal Keiko Ota, que trocou a dor da perda do seu filho Ives Ota em luta por defesa das vítimas de violência, no país.

Em pronunciamento da Vice-Presidente Rita G. Ballock, durante o lançamento da Frente Parlamentar, o Instituto ALIANÇA LIVRE se incorporou publicamente na luta em defesa das vítimas de violência, como ponto de apoio da Rede de ONG’s, na Capital Federal. Pôde também oferecer aos líderes do movimento e a parlamentares presentes o seu Ideário por Reforma Política e Eleitoral, e Modernização do Estado Republicano.